Início ESPORTE Análise: clássico evidencia abismo entre os times, mas Santos deveria mostrar mais

Análise: clássico evidencia abismo entre os times, mas Santos deveria mostrar mais

Deu a lógica no Clássico da Saudade. Neste sábado, no Morumbi, pela sexta rodada do Campeonato Paulista, o Palmeiras superou o Santos por 3 a 1 sem dificuldades. Entretanto, apesar do abismo entre as duas equipes, o Peixe tinha a obrigação de mostrar mais ao longo dos 90 minutos, mesmo considerando todos os problemas enfrentados neste início de temporada.

Sim, o Santos lida com uma extensa lista de desfalques, que inclui o principal jogador do elenco, Soteldo, que foi submetido a uma cirurgia no ombro. Há também as já conhecidas dificuldades financeiras que o clube enfrenta há algumas temporadas. Porém, a equipe comandada pelo técnico Odair Hellmann não mostrou qualquer tipo de padrão tático ao longo dos 90 minutos.

O Santos foi facilmente envolvido pelo Palmeiras desde o início do jogo. O técnico Odair Hellmann chegou a dizer na entrevista coletiva após o clássico de que o confronto foi parelho até sua equipe sofrer o primeiro gol. De fato, antes de Murilo balançar as redes havia equilíbrio no placar, mas o futebol jogador pelo Verdão já era superior ao do rival.

Individualmente o Santos também não estava em um bom dia. Nomes como Stiven Mendoza, uma das principais contratações para 2023, Lucas Braga e Vinícius Zanocelo tiveram atuações bem abaixo das expectativas, comprometendo, sobretudo, o desempenho ofensivo do Peixe.

É claro que Odair Hellmann ainda está no início de seu trabalho no Santos, mas sua equipe já não vence há cinco partidas – triunfou apenas na estreia oficial em 2023, contra o Mirassol. De lá para cá, são três empates e duas derrotas, sem qualquer perspectiva de melhora no curto prazo.

Está provado que a invasão da torcida organizada do Santos ao CT Rei Pelé na última semana não adiantou de nada. O clube continua com os mesmos problemas, sem sucesso no mercado para qualificar o elenco e com uma pressão cada vez maior por bons resultados.

O campeonato do Santos não é o mesmo que o do Palmeiras e talvez não seja o mesmo que o dos outros dois rivais no estado, Corinthians e São Paulo. O Peixe, lanterna do Grupo A, com apenas seis pontos, terá de se impor contra as equipes menores, a começar pela próxima quarta-feira, quando enfrentará o São Bento, de Sorocaba, no Canindé. Resta saber se Odair Hellmann e seus jogadores serão capazes de fazer o mínimo.

Final de #PALxSAN. pic.twitter.com/7EYdwwTav3

— Santos FC (@SantosFC) February 4, 2023

O post Análise: clássico evidencia abismo entre os times, mas Santos deveria mostrar mais apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

Most Popular

Recent Comments