Início DESTAQUES GDF Com fomento do FAC, artistas de viola caipira lançam álbuns nos streamings

Com fomento do FAC, artistas de viola caipira lançam álbuns nos streamings

Sete violeiros de Brasília realizaram o sonho de lançar um disco de músicas inéditas. Representantes da moda de viola caipira, ritmo bastante tradicional, mas pouco comercial, Vanderley e Valtecy, Idelbrando e Barcellus, Ênio Lima e Gustavo Neto, e Reinaldo Cordeiro conseguiram gravar um álbum completo, graças ao financiamento do Fundo de Apoio à Cultura (FAC), da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec).

“Para o artista conseguir verba para produzir com recursos próprios, ele não consegue. A ajuda do FAC é muito bem-vinda, porque viabiliza a esses artistas gravar e concluir os projetos”
Grillo Rocha, produtor musical

“Por se tratar de um estilo musical já bem retrô, se não for pela Secretaria de Cultura fica quase inviável fazer esse tipo de trabalho. Para o artista conseguir verba para produzir com recursos próprios, ele não consegue. A ajuda do FAC é muito bem-vinda, porque viabiliza a esses artistas gravar e concluir os projetos”, afirma o produtor musical Grillo Rocha, que ficou responsável pela mixagem e masterização dos quatro discos.

Produtora cultural, Karen Parreira cria projetos para ajudar a financiar outros artistas. Ela considera que o FAC “é um fundo que realiza sonhos” | Foto: Divulgação / Secec

Ao longo do ano passado, os álbuns Paixão explodiu (Idelbrando e Barcellus), Essência caipira (Vanderley e Valtecy), Entre amigos e viola (Reinaldo Cordeiro) e Agora vai (Ênio Lima e Gustavo Neto) tiveram mil cópias de cada disponibilizadas em formato físico e, em dezembro, todos chegaram às plataformas digitais.

“Esses são discos de músicas inéditas que revelam a renovação muito grande da música caipira. Não tem mais aquela questão de só regravar, estamos produzindo música contemporânea, então nada mais natural que eles estejam nas plataformas digitais”, explica a produtora cultural e responsável pelo projeto, Karen Parreira. Também violeira, ela está à frente da Violeta Produções, um selo que trabalha com moda de viola caipira.

Imagem: Divulgação

Desde o início da carreira, Karen busca o fomento do FAC. Pela expertise na própria carreira, ela cria projetos para ajudar a financiar outros artistas do gênero. Assim conseguiu recursos para a gravação e o lançamento dos quatro álbuns dos violeiros.

“O FAC é a melhor política pública de financiamento cultural do Brasil. É uma política que funciona. Todo ano a gente entra em estúdio com tudo financiado pelo FAC”, afirma. Para ela, o fundo dá oportunidade para artistas independentes terem espaço no mercado. “Costumo dizer que é um fundo que realiza sonhos”, completa.

Imagem: Divulgação

Repertório autoral

Ênio Lima e Gustavo Lima, mais conhecidos como “os caras do modão”, apresentam Panela de ferro, um álbum que faz um resgate ao passado, com participação de baluartes do estilo musical, a dupla Zé Mulato e Cassiano e as Irmãs Barbosa (Edna e Dinah). Ao todo, são 15 faixas inéditas.

Composto por 14 músicas, o disco de Vanderley e Valtecy, como o próprio título anuncia, Essência caipira, tem um repertório 100% voltado para a música de raiz, explorando o lado romântico nas letras.

Idelbrando e Barcellus apresentam 12 canções caipiras com influência de outros ritmos musicais. No álbum, intitulado Paixão explodiu, a viola caipira ganha um tom mais moderno, assim como as letras, que tratam de humor e amor.

O violeiro Reinaldo Cordeiro também faz uma mescla com outros gêneros musicais e com a contemporaneidade em Entre amigos e violas, com intenção de se aproximar do público mais jovem. Com 14 faixas, o álbum reúne grandes artistas do estilo, como Zé Mulato e Cassiano, Ênio Lima e Gustavo Neto, e Karen Parreira.

Popular no interior do Brasil, a viola caipira é composta por dez cordas e tem origem nas violas portuguesas. É considerada um símbolo da música popular brasileira, em especial, sertaneja. A partir do nome do instrumento, surgiu a moda de viola caipira, estilo musical originário das toadas, cantigas e modinhas. É normalmente cantada em duas vozes com acompanhamento da viola.

The post Com fomento do FAC, artistas de viola caipira lançam álbuns nos streamings appeared first on Agência Brasília.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

Most Popular

Recent Comments